...
assecom@selviria.ms.gov.br
(67) 3579 1243
Atendimento das 08h às 12h e das 14h às 17h (Brasília)

Evento sobre a “Conscientização pelo fim da violência contra a mulher” encerra o “Agosto Lilás” em Selvíria

30 de Agosto de 2022
11:08

Um evento realizado na noite de sexta-feira (26), no SER MAIS 1, em Selvíria, encerrou a programação do “Agosto Lilás”, que teve panfletagens, teatros e outras ações.

O evento foi aberto pela coordenadora do CREAS, Lucineide Soares Neves, que falou sobre a campanha “Agosto Lilás”. Em seguida, o delegado Felipe Rocha falou sobre a Lei Maria da Penha e o que fazer em caso de violência contra a mulher. E anunciou que em breve, com apoio da Prefeitura, deve abrir uma “Sala Lilás” no Município, um espaço para acolher a mulher vítima de violência e encaminhar para os órgãos responsáveis. Já a equipe do CREAS apresentou um balanço sobre os números de casos de violência e feminicídio, ressaltando a preocupação com o crescimento deste tipo de crime e o trabalho que o órgão realiza frente à essa situação.

A noite ainda teve show com a cantora Kamylla Vrech e uma intervenção cultural do ator Fernando Magno, do grupo Herdeiros da Arte, além de um coquetel para os presentes.

Para a coordenadora do CREAS, a programação do “Agosto Lilás” reforçou a importância de falar sobre a violência contra a mulher cada vez mais. “Não só no mês de agosto, mas todos os dias. É uma luta diária. Romper com o machismo, pois homens ainda não aceitam que as mulheres saiam para trabalhar, que sejam mais independentes. E mesmo as mulheres estando mais cientes dos seus direitos, isso ainda não é suficiente para encerrarmos esse ciclo. Por isso a importância de políticas públicas para proteger e acolher as mulheres vítimas de violência”, afirmou Lucineide.

Agosto Lilás

O “Agosto Lilás” é uma campanha de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher, com objetivo de intensificar a divulgação da Lei Maria da Penha, sensibilizar e conscientizar a sociedade sobre o necessário fim da violência contra a mulher, divulgar os serviços especializados da rede de atendimento à mulher em situação de violência e os mecanismos de denúncia existentes.

A mulher que precisar de ajuda pode entrar em contato pelo Disque 100 e 180 ou pelo fone/ WhatsApp (067) 3579-1166 (Delegacia de Polícia).

Por: Assessoria de Comunicação.

Matéria não encontrada!