assecom@selviria.ms.gov.br
(67) 3579 1243
Atendimento das 08h às 14h (Brasília)

Acontece em Selvíria o I Campeonato Interestadual de Capoeira - Jogo limpo e VI Encontro do Trabalhador Capoeira

24 de Abril de 2019
16:37

No ultimo fim de semana, entre os dias 19 e 21, Selvíria recebeu o I Campeonato Interestadual de Capoeira - Jogo limpo e VI Encontro do Trabalhador Capoeira, realizado no “Espaço Beer”. O evento que é uma realização do Grupo Memória Capoeira de Selvíria, contou com a participação de centenas de competidores na categoria de várias regiões do país. O cronograma do evento que contou com o campeonato na abertura, incluiu também palestras, workshop treinamento avançado e entrega de graduação e reconhecimento de mestre.

Um dos idealizadores e organizadores do evento, mestre Aranha, ressaltou na ocasião que um dos principais intuitos do evento, é “promover o resgate cultural da pratica da capoeira, e também a interação entre os participantes, visando também o incentivo a saúde e lazer”. Aranha também agradeceu: “Somos gratos por mais esta parceria que o prefeito José Fernando, nos deu para esta realização. Agradecemos também à todos que de alguma forma também colaborou para que o evento acontecesse; e principalmente aos participantes, estão todos de parabéns, contamos com todos para uma próxima”, disse com entusiasmo.

O prefeito José Fernando Barbosa, fez questão de participar do evento, onde interagiu com participantes, e destacou que: “Este é mais um dos incentivos que oferecemos aos nossos jovens, a prática da capoeira pode trazer diversos benefícios para seus adeptos. Estamos satisfeitos com esta realização. Parabéns aos organizadores e participantes, é sem dúvida um belo evento”.

Acompanharam o prefeito, a primeira-dama e secretária de Assistência Social, Tatiane Araújo da Paz, e o presidente da Câmara, Alexandre Cagliari. O evento contou com o apoio da Prefeitura, Secretaria Municipal de Cultura e Câmara Municipal de Selvíria.

Sobre a capoeira

A capoeira é tida como uma expressão cultural brasileira que mistura arte marcial, esporte, cultura popular, dança e música. Desenvolvida no Brasil por descendentes de escravos africanos, é caracterizada por golpes e movimentos ágeis e complexos, utilizando primariamente chutes e rasteiras, além de cabeçadas, joelhadas, cotoveladas, acrobacias em solo ou aéreas.

Por: Assessoria de Comunicação.